Rateio de Custos

Com o advento da automação industrial ou predial tornou-se comum a existência, numa mesma instalação, de unidades inteligentes ou simplesmente coletoras de informações de fabricantes distintos e com protocolos de comunicação também distintos. A gestão centralizada dessas informações passou a ser um desafio para os usuários que não podem perder tempo analisando dados distribuídos em diversas plataformas e sem nenhuma correlação entre eles. Por exemplo no caso de um sistema de climatização ou de refrigeração é necessário não apenas a gestão do conforto térmico (temperatura e umidade) como também do consumo de energia, até porque ações deveriam ser tomadas quando estas informações de naturezas distintas fossem correlacionadas. Por esta razão que tornamos o SMART32 uma ferramenta de gestão para qualquer equipamento de automação dotado de protocolo aberto/padrão de comunicação, tornando esta tarefa de centralização e correlação de informações muito mais amigável e eficiente. Além de seus recursos padrão o software SMART32 possui um módulo opcional para rateio inteligente e flexível de energia e utilidades sem similar no mercado nacional.


Descrição do módulo


Com esta nova ferramenta o usuário poderá realizar desde rateios padrão de energia elétrica baseados no kWh dos consumidores até rateios mais complexos envolvendo também utilidades tais como água. gás, vapor, ar comprimido, combustíveis, etc., além de qualquer outra fonte de rateio mesmo sem medição automática, permitindo a gestão de condomínio de qualquer natureza e porte.

As fontes energéticas ou de utilidades poderão ser inseridas manualmente para rateio automático de acordo com as medições coletadas através de transdutores eletrônicos em sincronismo com a concessionária local no caso de energia elétrica.

Os métodos de rateios são flexíveis e se associam à cada fonte a ser rateada. Por exemplo podemos ter o kWh individual como critério de rateio de energia elétrica e o consumo de água individual como critério de rateio de utilidades, lembrando que as próprias fontes poderão ser inseridas no sistema automaticamente desde que exista um medidor global para a respectiva fonte.

Na impossibilidade de medição automática de algum consumidor, valores manuais poderão ser inseridos, chegando ao extremo de podermos computar manualmente valores individuais de consumo para valores manuais das fontes como seria o caso de uma despesa de lixo, reforma, etc., dentro de um condomínio qualquer.

Os critérios de rateio são totalmente livres mesmo para estes valores manuais, podendo ser vinculados a qualquer consumo energético, de utilidades, áreas, percentuais, etc. No caso de energia elétrica podemos ainda contar com métodos de rateio baseados no consumo, por valor manual ou eqüitativo, rateando o consumo, a demanda ou ambos.

Várias fontes poderão ser cadastradas para um mesmo grupo de usuários sendo que cada grupo representaria por exemplo um andar de um edifício comercial ou ainda um setor de lojas de um shopping center. Cada usuário por sua vez terá uma relação única e totalmente livre com cada uma das fontes cadastradas permitindo rateios inteligentes e otimizados.

Na parte de relatórios são apresentados os resultados por rateios, grupos e por usuário, havendo um histórico de rateios para conferencia posterior bem como servir de base para os futuros.



Receba nosso Boletim



Seguir


Salve em favoritos