Boletim Gestal #72

N.072 21/06/2010    
   




• ECOGERMA 2010
• Encargo de segurança do sistema
  elétrico sobe 70% até maio
• Operação Assistida via WEB
• Mitsubishi Motors do Brasil.

Dois links interessantes para quem quiser saber mais notícias sobre energia elétrica:
Canal Energia
Energia Online

Bem vindos ao nosso BOLETIM INFORMATIVO o qual tem por finalidade divulgar aos nossos clientes e ao mercado em geral notícias sobre a GESTAL e sobre o segmento de energia elétrica.

Como vocês já perceberam nossos boletins sempre possuem uma informação  verdadeiramente exclusiva que nos diferencia de nossa concorrência além de apresentar novas tecnologias desenvolvidas com o intuito de economizar tempo e dinheiro dos consumidores finais, mantendo a mesma robustez e confiabilidade de sempre.

Boa leitura !

 


MITSUBISHI MOTORS DO BRASIL

Na década de 1980 quem quisesse um carro diferente dispunha no máximo de pequenas variações, como os Puma montados sobre plataformas de Volkswagen. Filho de revendedor Ford, Eduardo de Souza Ramos decidiu explorar um nicho: projetou e montou em suas próprias oficinas um modelo conversível do Corcel. A experiência permitiu a Eduardo e seu sócio Paulo Ferraz conhecer de perto o mundo dos pequenos trabalhos industriais, eles fizeram um book caprichado e a Mitsubishi Motors demonstrou interesse.

O negócio começou em 8 de outubro de 1991, e aquela noite o Japão mandou executivos e um mimo, uma bonequinha, alusiva à ocasião. Hoje ela se encontra no corredor de acesso à sala de reunião do Conselho da Mitsubishi Motors do Brasil, e é sinal do quanto se pode crescer com foco e crença.

No dia 15 de julho de 1998, saía da linha de montagem a primeira Mitsubishi L200, branca, com a morfologia típica do Brasil, eram 9.700 metros quadrados de área construída onde 150 funcionários produziam cinco veículos por dia.

Para controlar e monitorar sua produção e facilitar a análise da eficiência energética e dos insumos mais utilizados como água e gás, a Mitsubishi conta com o sistema Smart Base GESTAL desde 2006.

O sistema instalado contempla saídas digitais para controle, além medições setoriais para análises de utilidades e grandezas elétricas como tensão, corrente e demanda. Com o Software Smart32, as leituras das informações ficaram mais otimizadas e simplificadas por serem em tempo real e integral, e ainda permite possíveis ajustes de imediato com total segurança e possibilidade de expansão de acordo com a necessidade.

Clientes como a MITSUBISHI comprovam a flexibilidade dos sistemas GESTAL, focada na melhoria contínua das ferramentas disponíveis para cada aplicação.

Simples e inteligente !

 

Encargo de segurança do sistema elétrico sobe 70% até maio

A conta de energia elétrica vai ficar mais cara. Até maio, segundo estimativas da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace), o Encargo de Serviços do Sistema (ESS) totalizou R$490 milhões, o que corresponde a alta de 70% sobre o mesmo período do ano passado.

O ESS é cobrado diretamente na tarifa e rateado entre todos os consumidores. Ele tem como função cobrir os custos incorridos para a manutenção da confiabilidade e da estabilidade do sistema para o atendimento do consumo.

“A indústria vê com grande preocupação o crescimento dos encargos incidentes sobre a energia”, afirma o presidente-executivo da Abrace, Ricardo Lima.

O crescimento na cobrança do ESS se deve principalmente à adoção do critério de segurança N-3 para as linhas de transmissão de Itaipu e a problemas na interligação entre os estados de Acre e Rondônia ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

No caso dos sistemas de Acre e Rondônia, as térmicas Termonorte I e II continuaram sendo despachadas mesmo após a interligação das regiões ao SIN, porque a confiabilidade deste novo sistema ainda não é satisfatória.

Fonte: http://www.jornaldaenergia.com.br

OPERAÇÃO ASSISTIDA VIA WEB

A GESTAL mais uma vez se diferencia da concorrência ofertando um serviço de Opração Assistida para usuários do SMART WEB.

Este serviço prevê um acompanhamento remoto do desempenho e confiabilidade do sistema como um todo agregado de identificação contínua de oportunidades de economia, caso hajam.

Através dele será garantida a integridade dos dados recebidos de cada unidade monitorada permitindo que ações posteriores possam ser tomadas a tempo, tendo um alcance bem maior do que simplesmente verificar o status de uma gateway.

Essa integridade se baseia no confronto dos valores de medição com valores pré-estabelecidos, tendo como objeto:

  1. Notificar via email ao usuário em até 48 horas úteis no caso de inconsistência dos dados disponibilizados.
  2. Arcar com o ressarcimento de valores ao usuário no caso de erro de medição e falha na notificação da validação dos dados. Este ressarcimento terá valor máximo igual ao valor da mensalidade da respectiva medição multiplicado por 12 (doze).

Abaixo seguem as funcionalidades ora disponibilizadas pelo serviço de Operação Assistida:

Energia Elétrica

  1. Monitoramento via internet.
  2. Monitoramento em "tempo real".
  3. Consumo em "tempo real" de Demanda.
  4. Consumo em tempo real de KWh.
  5. Relatórios Completos de Demanda e KWh.
  6. Análise de interrupção de energia.
  7. Análise de fator de potência.
  8. Gráficos de Demanda.
  9. Gráficos de KWh.
  10. Gráficos de fator de potência.
  11. Alarmes de tendência de ultrapassagem de demanda
  12. Alarmes de aumento no Kwh
  13. Alarmes sobre energia reativa.
  14. Simulação de contas.

Numa etapa futura estaremos expandindo esta funcionalidade para utilidades  (água e gás) bem como para medições setoriais de energia elétrica.

Nossa sugestão é que todo usuário deste tipo de serviço solicite uma validação dos dados apresentados para decidir qual   fornecedor oferece a maior integridade de informação.

A escolha é sua !

 

ECOGERMA 2010

Em 2009 a Câmara Brasil-Alemanha realizou, no Centro de Exposições Transamérica/SP, a Feira e Congresso Ecogerma. O foco do evento foi a revolução industrial verde, apontando caminhos para um futuro econômica e ecologicamente sustentável. Na feira, empresários e políticos do Brasil e da Alemanha buscaram soluções e parcerias. Este foi o primeiro evento Brasil-Alemanha voltado para tecnologias sustentáveis

Esta foi a proposta da Câmara Brasil-Alemanha: investimento em tecnologias sustentáveis para garantir não apenas um desenvolvimento econômico menos predatório – em tempos de aquecimento global – como também oferecer grande potencial de crescimento – em tempos de crise econômica.

O vice-ministro do Meio Ambiente da Alemanha, Matthias Machnig, resumiu o espírito do evento em seu discurso "Ecologia é a economia do futuro". Para Machnig, ecologia e economia nunca estiveram tão próximas e devem ser tratadas como dois lados da mesma moeda. E Alemanha e Brasil devem se aproximar cada vez mais como parceiros dessa empreitada em comum.

Segundo Rolf-Dieter Acker, Presidente da BASF e ex-presidente da Câmara Brasil-Alemanha, a Ecogerma inaugurou uma nova era de relações bilaterais. "As tecnologias sustentáveis são a resposta ideal e adequada para a atual crise mundial. Queremos indicar novos caminhos, chances e possibilidades."

Nos dias 22 e 23 de junho de 2010 será realizada, no Club Transatlântico, em São Paulo, a segunda edição do Congresso Ecogerma. O evento apresentará oportunidades para o crescimento sustentável em centros urbanos, soluções tecnológicas, políticas governamentais e empresariais na área de eficiência energética e transportes.

Realizado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, o Congresso é organizado pelo Ministério Federal dos Transportes, Construção e Desenvolvimento Urbano da Alemanha, conta com o patrocinado da BASF e apoio da Konrad Adenauer Stifitung.

http://www.ecogerma.com/


Para ser removido de futuros correios simplesmente responda indicando no assunto: REMOVER.
Todos os direitos reservados. Copyright 2004 © GESTAL


Receba nosso Boletim



Seguir


Salve em favoritos